Translate

Search

.

Content

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

2012 Já começou, e agora?

"Aviva, ó SENHOR, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos faze-a conhecida"

Foi esta a palavra que veio em meu coração no início deste ano, junto com a expectativa de que
Deus realize de novo, em nossa época, as mesmas obras...
Mas o que estarei disposto a fazer para que isto aconteça? Afinal de contas, Ele conta comigo e com você! E o que estamos dispostos a renunciar? Estarei eu, disposto a dar o meu melhor e a dedicar-me para ver Deus se movendo? Até na vida de pessoas que não gostam de mim? Podemos incluir os projetos de Deus nestes meses que virão?

Quantos de nós esperaram tanto pelo início de um novo ano para fazer promessas a si mesmo ou realizar promessas antigas? Promessas até esquecidas; de que começaria um regime, um projeto antigo, realizaria algum sonho, começaria uma vida mais saudável, daria mais atenção a família ou a sua saúde e etc? E quando dezembro chegou, olhou pra trás e viu que você não fez metade do que gostaria de ter feito? É muito frustrante...


Pois bem, um novo ano começa e o que planejamos? O que subiu ao nosso coração para realizarmos este ano? Acredito que já fizemos vários planejamentos...

Por outro lado, é bem mais fácil abandonar a si mesmo, que os outros. Fazemos isso com um certo rigor todos os dias; em 2011 quantos sonhos e talentos enterramos? Quantos projetos engavetamos e ainda aguardam o dia que sairão do papel? Quantas recusas em viver uma vida reta e atender o chamado de Deus? Quantos convites foram rejeitados?
Tento imaginar agora como Deus se sente quando não levamos sua obra, sua palavra a sério. Como Ele se sente quando não acreditamos Nele?
O sentimento que habita em nós no início ou término do ano é sempre o mesmo:eu não fiz isso, eu queria ter feito isso, eu deveria ter feito aquilo, este ano eu consigo isto e etc.

Que verdadeiramente, possamos olhar para 2011 e fazer uma análise daquilo que Deus nos pediu para fazer e não fizemos. De tudo aquilo que sabíamos que era para ser feito para Deus e fracassamos. E olhar para 2012 com um desejo no coração: a de tornar estes pedidos uma realidade.
Que possamos entrar em 2012 sem pendências... Contribuindo com a nossa própria vida para que o Amor do pai estabeleça relações duradouras, a paz, o respeito e a justiça.
Que possamos ser canais de Deus este ano Em Nome de Jesus!

0 Comente AQUI:

OBRIGADA PELA VISITA

Autora

Leitores