Translate

Search

.

Content

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Ainda bem...






Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação. O Senhor Soberano é a minha força; ele faz os meus pés como os do cervo; ele me habilita a andar em lugares altos... 


 Habacuque 3:17-19

Tenho aprendido diariamente que não há uma substituição de fonte de alegria quando tudo vai mal, quando tudo se frustra, quando nada sai como previsto, quando não acertamos nas decisões ou mesmo quando somos pegos de surpresa pela escassez.
Não há para onde correr quando somos atropelados por uma sucessão de acontecimentos inesperados e ruins.

Não existe outro caminho ou outro atalho a percorrer quando a vida diz NÃO ou o destino diz NÃO - Que nós cristãos interpretamos como um momento de silêncio de Deus, uma vez que nada foge ao seu controle.

No versículo citado, Habacuque afirma "todavia" me alegrarei em Deus. Ou seja, ainda que tudo dê errado, continuarei sorrindo diante Dele, continuarei adorando o meu Deus e pai. Não posso me sentir desamparado por Ele, pelos infortúnios, insucessos e fracassos que tem me acometido. Como diz aquela canção: "É tudo permissão de Deus" mesmo!! E isso é claro, pra quem Nele confia e crê!É Nele que devemos sempre estar para não sermos pegos de surpresa.

É muito fácil sorrir quando tudo vai bem, quando o bolso está recheado, quando a mesa está farta, quando o trabalho é lucrativo, quando os amigos estão sempre por perto, quando não temos nenhuma dívida, quando passamos o cartão e a compra "Para a nossa alegria!" é aprovada. rs
Mas e quando tudo isso fugir?
Infelizmente existem pessoas que preferem por um fim na própria vida, que continuar prosseguindo, pois depositaram suas esperanças em coisas falhas.

Imagino o quanto a alegria é algo tão forte, uma necessidade do homem.
É pela alegria que vamos a um show, um restaurante com amigos, que viajamos, dependendo das circunstâncias pagamos caro para obtê-la, inclusive em outros ambientes.
Em alguns momentos de nossa vida sentimos alegria, outras vezes, eu diria até que na maior parte do tempo, somos impulsionados a buscá-la, sempre em coisas e pessoas e nunca em Deus.
Aliás, é assim que o sistema deste mundo em que vivemos nos manipula, para que a nossa vida e alegria de viver esteja baseada apenas no material e dependa unicamente do dinheiro, de objetos tecnologicamente modernos, em roupas de grife e em aparências...
Muitas pessoas bebem para comemorar um fato, pela alegria que sentem. Não bebem pra ficar feliz, mas por que estão felizes. E tendemos a viver assim, comemorar longe de Deus a alegria das realizações humanas e das necessidades preenchidas.

Sinto como se Habacuque estivesse dando dois exemplos, alegrar-se em coisas que há variações de mudança é um risco. Depositar alegria em algo que passa constantemente por mudanças é perigoso.
O preço que eu, como cristão que sou, pago para me alegrar: é sorrir diante das dificuldades, é crer quando não há razões para crer, é ter esperança quando tudo absolutamente já se foi. E quantos abandonaram a fé diante apenas da aproximação de dificuldades?

Bom, se é Nele que me alegro, se é Dele que minha alegria vem, sorrirei: mesmo nas dores, mesmo nos fracassos, mesmo na escassez.
Nada pode e nada deve me assustar. Se de Deus vem minha alegria, nada pode ser mais desesperador, e por mais desequilíbrio que me cause, Nele esperarei e sorrirei.
Não podemos pautar a nossa vida de adoração, a nossa comunhão com Deus e nosso devocional, pelas circunstâncias adversas, mas pelo que Deus é!

Sim, eu sei, é um tanto estranho e incoerente humanamente falando ter que sorrir e exultar diante do fracasso. Afinal, não faz sentido algum. E não faz mesmo!! Eu diria até que nós cristãos somos uma contradição.  Pois quem consegue sorrir diante de uma despensa vazia, contas atrasadas, desemprego e doenças?

Mas a bíblia não nos diz para ensaiarmos uma falsa alegria, ela não nos ensina para encenarmos uma situação que não existe. Ela simplesmente nos diz: Diante de tudo e Apesar de, em Deus me alegrarei, continuarei me alegrando Nele! Pois Nele não há variação, Ele não muda, continua e permanece sempre o mesmo: um pai amoroso e zeloso e que cuida de seus filhos.
A confiança em Deus é que gera em nós esta alegria que muitos não entendem e que infelizmente pensam que fingimos. Fé gera esperança, só crê quem confia Nele e quem confia Nele sabe que dias melhores virão.

Se a bíblia sagrada nos diz que tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus. É certo então, que amando-o temos certeza de que não há males que vem pra males. Mas males que SEMPRE vem para o nosso bem. PONTO!
Minha fé passa a agir no lugar de minha razão humana.
Ainda que não haja fruto, alimento, dinheiro, trabalho, realização alguma, colheita alguma e nenhum lugar em que possa por os olhos e ver prosperidade, fartura, provisão e abundância. Não vou retroceder, não vou desistir, porque minha alegria não está ou não depende de nada disso.

"...todavia, o meus justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma."

Esse todavia de Habacuque deve soar para nós como um "Ainda bem"...


Ainda bem que tenho onde por os olhos, mesmo não vendo nada,
Ainda bem que tenho em quem confiar,
Ainda bem que tenho a quem oferecer a minha vida e derramar meu coração,
Ainda bem que tenho que tenho um abrigo,
 Ainda bem que posso continuar sorrindo, pois Deus me dá motivos necessários para isso!

AINDA BEM que minha alegria não vem inclusive da realização de minhas necessidades básicas. O QUÊ??? É isso mesmo... A dependência de Deus vai além da realização das necessidades humanas, preciso Dele para continuar vivendo e não o contrário.

Naquele tempo a principal, eu diria que unica fonte de subsistência, de sustento para o homem vinha da agricultura, o relato de Habacuqe é totalmente coerente com a realizade de sua época, e hoje a lista das necessidades básicas do ser humano mudou, ficou ainda maior diante do progresso industrial, de seu próprio crescimento intelectual e econômico.
Se Habacuque estivesse nos dias de hoje que escrever sobre como continuar sorrindo e alegrando-se em Deus, ele diria:

"Mesmo que eu não tenha dinheiro para fazer a feira do mês ou pagar a conta de luz e água, mesmo que passe o dia inteiro tentando vender e não consiga nenhum cliente ou nenhuma venda, mesmo que não consiga arrumar um emprego ou seja despedido dele, mesmo que seja acometido por uma virose, mesmo que meus amigos me excluam do Facebook, mesmo que passe horas e dias para ser atendido no SUS, mesmo que seja assaltado na esquina de casa, mesmo que não tenha como pagar a parcela do plano de saúde, mesmo que não tenha condições de pagar a fatura do cartão de crédito, mesmo que tenha que vender o carro, mesmo que não saiba quando poderei pagar o condomínio, mesmo que não tenha condições de ter um Iphone, uma bolsa de couro legítimo, roupas de marca e sapatos de grife, TODAVIA ou Ainda Bem que tenho o Senhor, e em Ti me alegrarei e exultarei de alegria."
Ainda sim, minha adoração será a mesma, cheia de entusiasmo e amor. E cantarei louvores a Ti meu Deus.

Daí a dependência total de Deus faz-se ainda mais necessária.
Por não sabermos o que o amanhã nos trará!

Me alegrar Naquele que não me decepciona, e que mesmo me dizendo NÃO sei que é para o meu bem.
Me alegro Naquele que não me promete pra depois tirar. Ele dá com amor. Sua mão não está retida quando o assunto é abençoar.

Realmente para Habacuque foi um alívio ter Deus para alegrar-se e exultar.

Resumo:
O maior ensinamento do profeta para nós é a de que aqueles que possuem fé em Jesus, não necessitam de motivos humanos para sorrir, de razões humanas e exteriores para exultar de alegria, pois em Deus está nosso prazer, em sua palavra está nosso prazer, É Nele! Sempre Nele! "É Ele quem dá gosto a tudo!"
Não possuímos necessidade maior que a de estar em sua presença.
Precisamos sorrir diante de Deus, para sorrir diante desta vida.

Se pensarmos que a alegria é fruto da obtenção de algum bem, certamente a obra de Cristo na cruz revelação do amor de Deus à humanidade, já temos um bom e único motivo para alegrar-se diante Dele: a sua graça.
E diante desta verdade, não quer dizer que vamos deixar de sorrir em outros lugares, para somente sorrir diante de Deus.
Mas a fonte de vida que encontramos em Deus nos satisfaz e nos traz muito mais alegrias, inclusive quando a tristeza nos visita. Lembremos disso!

A alegria de em estar diante Dele, o serviço à Ele nos traz alegria, uma alegria que supera todas as outras. O resultado de um relacionamento estreito, íntimo com Deus gera alegria em nossos corações, uma alegria que não se abala facilmente, mas que permanece!
E se você tem enfrentado dificuldades para alegrar-se, confie Nele, creia Nele. Tenha Fé!!!
Procure observar se não tem se prendido unicamente as coisas desta vida, quando confiamos demais em coisas e pessoas nos decepcionamos, coisas quebram e pessoas falham, porém, Deus nos ama!!!



Naquele que possui um reino de alegria,
Fabiola Malta

0 Comente AQUI:

OBRIGADA PELA VISITA

Autora

Leitores